hit counter

Home > O que fazer > Monumentos > Albufeira

 
 
  Álbum Fotográfico
 

Igreja de São Sebastião

IGREJA DE S. SEBASTIÃO

Na Praça Miguel Bombarda, encontramos esta igreja, construída em meados do séc. XVIII.
Apresentando traços arquitectónicos de raiz popular, podemos destacar no seu exterior a belíssima cúpula e 2 portais: o lateral debruado por cantarias de estilo manuelino e o principal, talhado em estilo barroco.
Na sua nave única, encontramos um retábulo de madeira proveniente da segunda metade do século XVIII, seis imagens de santos em madeira e uma imagem em pedra.


MURALHA DO CASTELO

Da antiga Muralha do Castelo de Albufeira, que protegia a então praça árabe dos cercos cristãos, resta hoje, somente um pequeno vestígio localizado na rua Joaquim Pedro Samora.
Este resquício de muralha, o único que resistiu ao terramoto e à crescente urbanização da cidade, teria, em tempos, sido uma das torres de protecção da muralha.


BATERIA DE ALBUFEIRA


Ao passarmos na rua da bateria, podemos avistar do seu muro, a antiga bateria de albufeira, um compartimento subterrâneo usado para o armazenamento de munições, datado do séc. XVI. Durante anos soterrado, este espaço foi finalmente posto a céu aberto devido ao desmoronamento da falésia onde estava inserido.


Arco da Travessa da Igreja VelhaARCO DA TRAVESSA DA IGREJA VELHA

Nesta rua, onde em tempos existiu uma mesquita árabe, destruída pelo terramoto de 1755, resistem ainda hoje vestígios do domínio muçulmano. Exemplo disso é o arco, as bilhas e a calçada de rego central que aqui podemos encontrar.


IGREJA DE SANT'ANA

No largo Jacinto d’Ayet, encontramos um belo exemplar da arquitectura religiosa do séc. XVIII, a Igreja de Sant’Ana.
Na capela-mor, encontramos um retábulo em madeira, da autoria dos mestres João Baptista e Francisco Xavier Guedelha. Dignas de atenção são ainda uma imagem de Cristo crucificado e um retábulo representativo de N.ª Sr.ª das Dores.


ERMIDA DE N.ª SR.ª DA ORADA


Muito próximo da moderna Marina de Albufeira, encontramos a Ermida de Nª Sra da Orada. A capela original data do séc. XVI, sendo que a que hoje encontramos, remonta da 2ª metade do séc. XVIII.
No interior da capela a nossa atenção vai para um belíssimo retábulo de madeira, ao passo que no exterior, podemos destacar os túmulos de Francisco da Silva Cabrita, frei da Ordem de Avis e de Francisco Correia d´Ataíde Cabrita, importante figura da cidade nas lutas contra a guerrilha absolutista do remexido.
É desta ermida que parte todos os anos, nos dias 13, 14 e 15 de Agosto, a procissão em honra de N.ª Sra. da Orada, cujo cortejo decorre em pleno mar.


 
  Agenda
 < Março, 2017  >
S T Q Q S S D
272812345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789
Descarrega o Adobe Flash player