hit counter

Home  >   Noticias   >   “PERTO DO BELO” JOALHARIA CONTEMPORÂNEA NA GALERIA SAMORA BARROS

 
 
  Álbum Fotográfico
 

“PERTO DO BELO” JOALHARIA CONTEMPORÂNEA NA GALERIA SAMORA BARROS

O gosto por joias e pedras preciosas sempre esteve presente na vida de Manuela de Campos Xavier, quer pelo prazer de as possuir quer pela salutar vaidade de as usar.

Em 2013 iniciou a sua aprendizagem num curso de joalharia com o mestre joalheiro Filomeno Pereira de Sousa que no catálogo da exposição da artista sublinha que os seus trabalhos são de um "rigor técnico totalmente condizente com o bom gosto e elegância que caracterizam as suas obras, apresentando design e contemporaneidade. Executados com matérias preciosos, coloco esta joalharia muito perto do belo".

Manuela de Campos Xavier pertence à terceira geração de portugueses nascidos em Moçambique e "como herança trago a mensagem genética do avô (minas do Muiane - Alto Ligonha) e da mãe, ambos conhecedores e amantes de pedras e metais".

Depois de 35 anos nos quadros do Banco de Portugal, em 2013 iniciou-se na arte da joalharia contemporânea. É na Pontes Iguais - Galeria e Workshops de Joalharia de Filomeno Pereira, reconhecido mestre joalheiro com exposições em Portugal e no estrangeiro, que começa a explorar a sua "grande e antiga paixão". A propósito desta aprendizagem diz ter sido fascinante mas lenta, exigindo trabalho árduo (intelectual e físico), o qual resulta na enorme satisfação de criar uma peça única. "Repensar a joalharia é um exercício que Filomeno Pereira de Sousa nos exige a cada novo projeto, a cada nova técnica que nos dá a conhecer. Na escola, discretamente, existe um lema escrito - ULTRAPASSE O BANAL", revela.

Do seu percurso destaca-se a participação em "Corpo Restrito", um projeto ousado e ambicioso na área da joalharia contemporânea e, em 2014, o primeiro prémio alcançado no concurso internacional Portojóia 25 anos.

Manuela faz questão de dedicar esta sua exposição a Xavier Franck, artista algarvio fundador e presidente da Curioso Aplauso, uma associação sociocultural que promove a dinâmica das artes na sua pluralidade e que em 2016 fundou a OVA - Orquestra Visual do Algarve, um projeto original e inovador que liga a música às artes visuais. No 1º Piso da Galeria, nas mesmas datas, estará igualmente patente ao público uma Exposição de Técnicas Mistas, da autoria de Xavier Franck." 


Enviar por Email Enviar por Email Imprimir Notícia Imprimir

 
  Agenda
 < Março, 2017  >
S T Q Q S S D
272812345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829303112
3456789
Descarrega o Adobe Flash player